quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Reflexão sobre a Atitude Filosófica ou Atitude Racional

Muitas vezes nos deparamos com conjunturas que nos põe dentro de uma crise racional, ou mesmo sobre algumas temáticas que não sabemos o que responder, ou se respondermos em um flash podemos cometer equívocos que nos colocarão em posições de reflexos irreversíveis. Situações assim requerem uma atitude simples típica do ser humano, o pensar. Na perspectiva do mundo tecnológico atual podemos notar que muitos expressam seus pensamentos via redes sociais, algumas vezes discursos de ódio, carecendo sempre do racional, levados sempre por uma dose de emoção desprovida da razão. Diante disso e muito mais, damos a mínima a algo tão importante que nos distingue de outros seres vivos, o ato racional de pensar, de repensar, avaliar, analogar e etc. Todos esses atos são puros da atitude filosófica, perguntar o porquê, o quê e como é o básico, mas antes de tudo, nunca afirmar sem aferir, pois decisões em se expor e contaminar aos que nos escutam pode trazer percas irreversíveis para a humanidade. A atitude racional é aquela em que nunca afirmamos antes de um longo processo metodológico ou puro do pensar. A carência dessa atitude acarreta ao caos que vivemos em pequeno porte, mas ainda trará malefícios irremediáveis para nossa espécie. Sócrates e Platão como seu discípulo, eram promissores do conhecer a si mesmo e depois encontrar a luz da caverna, buscando sempre sair dessa caverna e  doer os olhos com tanta luz. Sócrates afirmava que ninguém sabe muito, ninguém sabe tudo, mas todos nós somos ascendiveis ao saber, e morreu sendo julgado por isso de certa forma, claro! Ninguém quer sair da sua zona de conforto. Platão, com seu mito das cavernas demonstrava o que muitos de nós ainda vivemos e o que tanto nos escondemos, na caverna. No filme Matrix, expressa ainda mais ampla a definição de conhecer a si mesmo que os dois filósofos tanto falavam. Em suma, neste mundo em que as redes sociais não facilitam e sim alienam está quase inviável conhecer a si mesmo, e muito menos possuir a atitude filosófica, esta que se resume ao questionamento de qualquer objeto, indubitavelmente é mais prazeroso conversar com um amigo em uma rede social do que parar um pouco para pensar, mas sair da zona de conforto e ofuscar um pouco os olhos com a luz do sol fora da caverna trará consequências mais benéficas para si mesmo e para a preservação da sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário